Historias de sucesso

Trabalhador de Construção e Montagem ganha a vida também com Geladinhos Gourmet

10 min de leitura
Trabalhador de Construção e Montagem ganha a vida também com Geladinhos Gourmet
Junte-se a mais de 32,548 mil pessoas

Digite seu e-mail e receba as melhores dicas e receitas

Nascido em Três Lagoas/MS na década de 70, George se instalou ainda criança com sua família na cidade de Cosmópolis/SP. Ele sempre teve sede de trabalhar, ajudar no orçamento de casa e ter sua própria independência. Começou muito cedo: Aos 8 anos trabalhou em plantações de algodão com sua mãe Eudete e já vendeu perfume, já trabalhou como office-boy e quando mais velho também trabalhou como vendedor ambulante de cachorro-quente. 

Aos 30 anos resolveu fazer um concurso público municipal, onde passou e trabalhou na área administrativa da prefeitura. Chegou até a se candidatar a vereador por 3 vezes, mas não conseguiu se eleger. Foi assessor político por 8 anos. Nesse meio tempo e já com 37 anos, decidiu retornar aos estudos. Deixou o serviço público e partiu para a área de Construção e Montagem, atuando em cargos técnicos e de liderança em obras do sistema Petrobrás. 

Bom salário, sem muitas preocupações. Tudo caminhava bem até que surgiu o escândalo da lava-jato e a empresa teve demissão em massa. George foi um dos demitidos. Entre 2015 e 2017 buscou várias oportunidades em sua área e em outros segmentos do mercado de trabalho, mas com a crise não conseguia nada garantido. Em 2017, foi convidado a participar de um projeto em uma Refinaria de Petróleo, por intermédio de uma empreiteira. Mas não obteve sucesso por conta de estar inapto, segundo o parecer do médico do trabalho. 

Mas ele não desistiu! Sem dinheiro pra voltar pra casa, com os dias contados na pousada que havia alugado por conta do suposto emprego, George se lembrou que estava no calor do Nordeste e aí enxergou uma oportunidade. Otimista, ele pôde perceber que pelas redondezas o Geladinho fazia muito sucesso e resolveu dar sua última cartada. 

George queria fazer algo diferenciado: buscou várias receitas de Geladinhos Gourmet na internet e iniciou a produção com apenas 200 reais. Liquidificador, utensílios e congeladores emprestados dos vizinhos na pousada onde estava alojado. Nascia ali a empresa G&G Geladinhos Gourmet.

Sem dinheiro e com muita vontade, o guerreiro trabalhava noite e dia: “Joguei muito sacolé fora porque eu errava as receitas, fui tentando, tentando, até que aprendi”, conta. George conseguiu quitar seu aluguel com as vendas e comprou um freezer usado para poder aumentar a produção do seu Geladinho Gourmet. 

Com erros e acertos, George foi ganhando credibilidade e experiência, tanto em produzir como em vender. Depois disso, desenvolveu um uniforme diferenciado que também passou a ser sua marca por onde passava. Muitos comentavam do Geladinho do cara que usa boina e suspensório. 

Se passaram alguns anos, e G&G continua crescendo. Este saboroso Geladinho ou Sacolé Gourmet – como é conhecido no RJ – já foi saboreado por vários públicos, nas Praias de Recife e Porto de Galinhas, Região metropolitana de

Salvador BA, Rio de Janeiro, Baixada Santista e Interior de São Paulo. Agora, a G&G Geladinhos Gourmet não para e estão pensando em novas estratégias de produção e distribuição, com sabor, qualidade e higiene!

Oi,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *